quarta-feira, 16 de maio de 2007

Carta a uma AMIGA


Olá Amiga.

Hoje acordei com o Sol a brilhar na minha janela. Óh coisa mais linda!!!
Lembrei-me de ti, e como a amizade não tem preço, esteja ela longe ou perto, liguei-te.
Espanto meu, não te conheci , triste, preocupada, até ouso dizer sofrida.
Onde estão as tuas palavras doces e serenas que muitas vezes me encheram o coração e a alma?
Olha Amiga o vento vai e vem, é frio ou quente. Ondas grandes??? trazem o mar.
Problemas….. São os nossos do nosso sangue.
Dos outros …. Vamos ajudar, dar as mãos, lutar, mas sempre com um sorriso e sempre sem danificar o que de melhor temos na vida. Olha que amanhã já não podes voltar atrás para compensares o que perdeste hoje.
Cada dia é um dia e temos de o saber viver como se este dia fosse o último
Queres parar, queres pensar, também é preciso. Em muitos momentos precisamos de silêncio, pois esse também está sempre presente em nós, reflectir, mas é preciso saber ouvi-lo, percebe-lo.
Pronto, já te mandei um sabonete. Amanhã vamos fazer do dia um arco-iris, sentimentos positivos, para o bem vir com o vento e nos abençoar.
Assim, sei que vou voltar a ouvir aquelas palavras doces, alegres …..
Recebe o meu sorriso e um grande abraço.

2 comentários:

... o lugar que eu sou disse...

Grande mensagem de coragem!

Existências disse...

prontos ja chorei! era isso que queria??

aiaiaiaiia! estou triste com o mundo mas continuou a acreditar que amanhã o sol vai brilhar!

eu acredito...

obrigado pelo miminho!