segunda-feira, 28 de maio de 2007

As Mãos… o destino

Já pensaram que nas mãos está parte da nossa existência

Antes de nascermos, ainda no ventre materno as mãos envolvem a barriga da mãe para proporcionar um afecto, um carinho um aconchego.
Quando nascemos há pelo menos duas mãos que nos aguardam e é o primeiro contacto com o mundo que nos espera.
Pelo correr da vida elas vão concretizando as nossas necessidades, as mãos maternas, as paternas, as do amigo, as do inimigo, as que trabalham, as entrelaçadas de dois namorados, enfim tudo aquilo que vocês conseguem imaginar....
No entanto, estas mãos que tudo fazem, acariciam, amparam, trabalham, podem também ser crueis e tomar um mau partido, a violência, o bem alheio, a maldade.
Quero crer no entanto que essas mãos não têm um longo caminho a percorrer, pois mais cedo ou mais tarde outras boas mãos irão cativar-lhes tal crueldade.
Assim, vamos cuidar das nossas mãos, não só pela aparência, mas essencialmente pela nossa consciência moral e dar-lhes ensinamentos dos quais nos possamos orgulhar das mãos que temos.

1 comentário:

... o lugar que eu sou disse...

Grandes verdades! As mãos são realmente importantes.
...amanhã vou arranjar as minhas!