segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Ás vezes sentimo-nos assim



Ás vezes sentimo-nos assim, impotentes.

Achamo-nos tão grandes, cheios de energia e de repente diante de determinadas situações afinal somos tão pequeninos.

Sentimo-nos capazes de ajudar tudo e todos e naquele momento em que gostavamos de estar lá, de dar a mão, de ajudar.... não somos capazes.

Gostariamos de ter aquela palavra certa no momento certo, mas nada sai e ajudar é aquilo que não conseguimos.

E por vezes conseguimos para os outros e para quem mais gostamos somos um zero à esquerda.

Gostava de ser anjo, de te colocar nas minhas asas e voar.

5 comentários:

Rui Caetano disse...

É verdade que, às vezes, sentimo-nos impotentes perante as contingências da vida, mas não podemos baixar os braços, o que há a fazer é lutar e lutar.

Lara disse...

Agora fizeste-me lembrar um filme que vi há pouco tempo "À procura da terra do nunca" no final uma criança pergunta ao protagonista como chegar à Terra do Nunca e ele responde "BASTA ACREDITAR!"

beijinho

Utzi disse...

Bem verdade...

Beijo grande

NeLiNhA disse...

todos nós somos o anjo na vida de alguém...mas a impotência até os anjos atinge!!! força!! bjinho

Mateso disse...

Mas somos apenas humanos,não somos?
Beijinho