domingo, 26 de agosto de 2007

Um acordar diferente

Eram 8h00 encontrava-me ainda no vale dos lençóis quando acordo com um barulho estrondoso. Trovoada. Isto não são horas de trovejar?….Que fiz eu para Estares zangado comigo…Hummm
Já tive muito medo trovoada e sei quem ainda tenha. Agora sinto respeito.
Em tempo apreciei a um espectáculo de relâmpagos junto à praia e fiquei maravilhada com o que vi. A partir desse dia passei a ver o relampejar de forma diferente, mas sempre com muito respeito.
Bem, voltando aos meu lençóis, olhei para o relógio, ainda é cedo aconcheguei-me junto do meu marido e junto a minha perna com a dele. Ai… estava tão fofo!! Senti muito pelo, mas macio. Aiiiii… pois… não era bem a perna dele, mas sim a minha gata :) tinha-se vindo refugiar do barulho do trovão e eu não dei conta.
Tadinha veio procurar a segurança junto de nós. Bem tentei que ela desse um jeitinho para eu poder ficar mais juntinho ao meu marido, mas ela teimou em não sair.
Um pouco cedo para me levantar, virei-me para o outro lado e lá adormeci outra vez.
Afinal a trovoada veio e foi-se embora rapidamente.

13 comentários:

Milla Loureiro disse...

ainda bem que essas trovoadas sempre se vão rápido...

Umabel disse...

Confesso que eu e a trovoada não nos damos muito bem, mas este teu post está delicioso... já me ri um bocado e tudo.

Beijinhos carinhosos

Mateso disse...

É das poucas coisas que tenho medo... mas ainda não confundo a perna do marido com a gata.. ehehe!
Foi a trovoada....
Benm apanhado o texto.
Um beijo.

.:mÁrCiO:. disse...

Olá!
Antes de mais dizer que estou com a Umabel, "mas este teu post está delicioso... já me ri um bocado"!
Aqui na minha terrinha também trovejou bastante de manhã e durante a tarde (que até fiquei sem luz!)...
Eu também adoro ver os trovões... é fantástico!!!
Essa cena da gata está um espectáculo... aqui está a prova de como os animais são muito inteligentes!!! Só fiquei um pouco de pena por ti, que ficaste sem o carinho, nessa altura, do teu marido... mas estou certo que mais tarde foste recompensada!
Um enorme abraço fechado

gata disse...

hummm as gatas sabem muito bem o que fazem!
do que tu precisavas mesmo era de dormir, ela tratou de evitar que acordasses com outras ideias ;)

Um beijo. Tem uma boa semana.

Margarida disse...

Também acordei com a trovoada... parecia que estava em cima da minha cabeça! Lá me aninhei ao meu marido, que me aconchegou, pois sabe que não gosto... e cá em casa não há gatos... e as crianças por incrivel que pareça não acordaram! :)

Borboleta disse...

Eu também acordei :) Mas em vez de me aconchegar no vale dos lençóis, colada a ele, fui ver o espetaculo dos relâmpagos para a minha varanda :) Também já tive medo da trovoada, mas hoje sinto o mesmo que tu: respeito...
Boa semana vizinha :D

Angélika disse...

LOL
Adorei este Post LOL LOL LOL

Mas que acordar atribulado hehehe
Pelo menos continuaste a dormir lol

A minha cadelinha pequenina se dormir connosco também toma conta da cama e não vai para onde nos dá jeito... só tá bem é entre nós os dois... LOL LOL LOL

Realmente às 8h da manhã, não é mesmo hora de trovejar LOL

Obg. pelo teu comentário no meu Artezana.

Beijos
Angélika

Maria Papoila disse...

Desde miúda que adoro ver trovoadas.
Só quando comecei a ser mais consciente (ou seja, já depois dos 20), é que me apercebi que aquilo, que é tão bonito, pode ser perigoso...

Micael Morango disse...

Uma manhã parra parrtilhar com o gatinho assustado.

http://meusrefugios.blogs.sapo.pt/ disse...

Manhã diferente. Mas a trovoada nunca é mt bem vinda. Como dizes - Respeita-se. ;)
Bjinhos

gasolina disse...

Só às 8h00???

Pois aqui foi desde as 5 até bem perto das onze!!!
Deliciei-me que eu amo trovoadas!
E depois isso é que foi chover! Lindo!

E linda foi a descrição desse momento tão acolhedor com o teu marido... e a gata!!!
Achei um espectáculo!

Beijinhos, Linda Calimera !

gasolina disse...

E como dois são melhores que um só, cá vai:

OBRIGADO!!!!MESMO!


Beijinhos!

PS.: Eu tenho três gatos mas quem se apavora com a trovoada é o cão gigante Gaspar!