terça-feira, 14 de agosto de 2007

Calimera / Desafios / Eu

Hoje dei comigo a sorrir diante do meu computador após ler as vossas manifestações de carinho para com a Calimera.
Acho fantástico como as pessoas no virtual são capazes de criar ligações mais ou menos fortes.
Ao ler-vos vou fazendo o meu “retrato” em relação a cada um. Uns divertidos, outros, tristes, outros apaixonados, enfim todos vocês têm alguma particularidade que posso estar redondamente enganada, mas é aquilo que eu recebo quando vocês transmitem pelos vossos textos.
Não me sentiria capaz de vos definir, mas acho que se todos estivessem à minha frente e trocassem algumas palavras era talvez capaz de vos reconhecer.
Estes desafios que nestes últimos dias tem acontecido fez-me lembrar um jogo que em tempo, bons velhos tempos :), se jogava …. A verdade e consequência. Bem lá no fundo era mais ou menos isto.
Acho que estamos com uma “sede” de sabermos mais sobre aquele que lemos quase diariamente.
Claro que não fazemos do blog a nossa vida, pois esta tem coisas mais interessantes e importantes, no entanto dou comigo ao início da noite com alguma vontade de vir até aqui ver as novidades e ver os vossos comentários.
Cada um que recebo é como um belo presente, salvo 1 ou outro comentário (até nem tenho razão de queixa, que me lembre existem 3 menos felizes 1 dos quais apaguei), recebo-os com tanto agrado e estima que se vocês soubessem em vez de 1 colocavam 2 comentários :)
Gosto mesmo, mas acho que todos nós gostamos, senão eliminávamos esse possibilidade.
Claro que vou aproveitar este último parágrafo para vos agradecer todas as vossas manifestações de carinho, simpatia, troca de ideias, criticas (sejam elas positivas ou negativas) enfim agradecer-vos o facto de perderem alguns minutos com as minhas melguices :)
Sim Mário antes de calimera era melga :) sei reconhecer que por vezes sou muito melga.
E assim aproveito para aceitar e agradecer o desafio da Someone

1. Adoro as Sextas-feiras para poder estar com o meu Marido e os meus filhos durante os 2 dias seguintes
2. Adoro rir, rir e rir
3. Gosto de todos os dias depois das 21h30, para poder bordar e perder-me um bocadinho por aqui
4. Todos os dias pergunto ao meu Marido “ o que vou fazer para jantar hoje?” nunca sei que fazer.
5. Não saio de casa sem por eyeliner
6. Ao Domingo gosto de ir dar uma volta de carro, já me aconteceu entrar no carro e passados 30 minutos já estou a chegar a casa, cada um tem a sua panca :)
7. Quando me deito para dormir, não gosto de ouvir barulho (por mais pequeno que seja) e o mais escuro possível

Quando comecei a escrever pensei vou dizer isto e isto mais isto ….. e agora varreu-se-me tudo, não me lembro do que queria escrever ehehehe.

Vocês acabaram por pensar ufffff ainda bem :)

Beijos a TODOS(AS)

11 comentários:

.:mÁrCiO:. disse...

Olá!
Eu também faço muitas vezes esse jogo do retrato... O meu amigo José Carlos Malato até dizia o jogo do preconceito! Coisa que quando saio (ou saía) à noite fazia muitas vezes com os meus amigos antes de conhecer alguém.
Ou fazia era o "Verdade ou Consequência"... não sei se é esse que estás a falar ou diferente! :|
No que depender de mim, vou continuar a chatear a melga da Calimera :)

1 - estás a ver, no meu retrato não eras casada... muito menos com filhos lol
2 - hoje em dia, é importantíssimo!
3 - pra mim é mais a partir das 22:30, RTP2!
4 - tens que começar a ver nos livros de receitas...
5 - vaidosa! :)
6 - Mulher apaixonada por carros? Humm... lol
7 - e sonhas?

Acho que todos nós começamos assim, mas depois... acabamos por seguir outras linhas de orientação... e acabamos por escrever o que na altura nos vem à cabeça!

Beijinho*

Mestre disse...

Também eu me apanho, algumas vezes, a fazer isso.
Quanto à pergunta...papel. Apenas em papel, podendo depois ser passado para tela e pintado, se eu entender que é merecedor disso.
Beijo suave

sophia disse...

=)

eu tb gosto de passear de carro, ver a paisagem a passar ;) e não devia, por causa das emissões de co2 e tal, mas... não resisto!

e de casa não saio sem pôr perfume ;)

Borboleta disse...

És vaidosa :) Gosto disso nas mulheres. Eu também o sou... Quanto aos blogs, sinto exactamente o mesmo, e já pensei, até, falar convosco para combinar um jantar de bloggers algures... Ia ser muito giro encontrarmo-nos e tentarmos descobrir quem é quem, ehehehehhe.
Beijinho e bom feriado :)

gasolina disse...

Calimera,

Este teu texto fez-me sorrir!!!
E vou tomar atenção: não um mas dois! OK!!!

Pois tudo o que dizes eu já te adivinhava! Bom... menos a saída por 1/2 h ao Domingo... eu sería incapaz.
Mas aquilo que me agrada em ti é a tua verdade, a tua simplicidade, o seres genuína. E isso é o que mais aprecio.
Muito Obrigado por seres assim e te dares a conhecer!

Um grande beijinho para ti!

gasolina disse...

Como Dois te fazem feliz - e amim também!!! - Cá vai:

Continua por cá entre nós.
Fazes bem a este universo.

Um beijo neste dia envergonhado.

Calimera disse...

.:márcio:. - Era um jogo em que nos faziam uma pergunta e se escolhesse-mos verdade, tinhamos de responder com a verdade se fosse consequência teriamos de nos sujeitar à conseq`^encia que nos impunham, mais ou menos isto. Coisas de infância :)
Sim sou casada e tenho 3filhos rapazes, mas dois nasceram no mesmo dia, à mesma hora, mas em minutos diferentes :)
Os livros de receita são muito complicados, para o dia a dia. Tenho de fazer coisas simples rápidas e económicas... é muito homem para dara de comer :)
Não sou muito vaidosa, mas uma mulher quer-se bonita, não é?
Apaixonada por carros não, gosto muito do meu bichinho, agora ao domingo sabe-me bem dar uma volta de carro :)
Sonho, claro, umas vezes gosto do que sonho outras vezes não, mas deve ser assim com todas as pessoas.
Já sonhei mais... agora sinto-me bem

Calimera disse...

Mestre - fantástico o que consegues fazer numa simples folha de papel.
Nunca pensaste em expor os teus trabalhos?
Eu faço quadros, mas bordados :)

Sophia - Percebo que zelas pela natureza. Bem haja.No entanto há coisas na vida que não podemos evitar, uma delas é andar de carro.
Tudo é perto de carro, mas longe para ir a pé, pelo menos nas grandes cidades.
E de casa também não saio sem o meu perfume :)

Borboleta - Não que seja muito vaidosa, um cadinho só :)faz parte de ñós, temos de estar bonitas.
Sim relativamente a um jantar de blogs já me ocorreu fazer esse desafio, ao fim e ao cabo vamos percebendo as boas ou más intenções das pessoas e seria fabuloso poder contactar com vocês sem ser no imaginário.
Conheço pessoalmente 2 blogueiras a Lugares Comuns e a Existências, mas não foi aqui que nos conhecemos, mas sim na nossa vida profissional, foram elas que me ensinaram o caminho para aqui. Obrigada Lindas.

Calimera disse...

gasolina - ahahah Fizeste-me rir antes de ler tudo o que tinhas comentado.
Pois eu sei que 1/2 não é nada, mas pelo menos sinto que foi Domingo saí :)
Eu tento demonstrar aquilo que efectivamente sou e não o que gostaria de ser.
Eu sei que algumas pessoas utilizam o blog para poderem dizer o que gostariam de dizer e não têm oportunidade ou coragem para o fazer. Enfim não são as verdadeiras pessoas.
Ora eu gostava que vocês quando tiram um bocadinho do vosso tempo para se perderem no meu blog, sintam aquilo que eu sou efectivamente.
Obrigada por teres percebido e pelas tuas palavras
Fiquei feliz com os teus 2 comentários :) :)
Vou tentar continuar por aqui, não sei quanto tempo, mas vou fazer por não desistir. São palavras como as tuas que me fazem dedicar uns minutitos ao blog :)


Obrigada a todos e beijinhos a todos

Dawa disse...

Uau!
Adorei as tuas palavras!
Acho que sinto um pouco isso. Estas pessoas virtuais tornam-se próximas e revelam aqui um lado mais intimo que talvez n revelem a mtas pessoas que contactam com eles todos os dias.
É um mundo de laços mto interessante. ;)
Beijinhos!

http://meusrefugios.blogs.sapo.pt/ disse...

Também me deparo a ler blogs e a identificar-me com eles. Existe já aquela lista onde visito e deixo o meu apoio. ;) Gosto de ler o teu blog. Continua a dar-nos esse pouquinho de ti ;)
Bjinhos

Contagem

E faltam cinco dias para fazer uma cirurgia. Conforme vai passando vou-vos revelando um pouco mais do que se irá passar, que nem eu sei ...